Anterior
Próximo

Alimentação e Saúde


16 Alimentos que crianças até dois anos de idade não devem ingerir

Deixe um comentário

141 comentários

  1. Achei ótimo o artigo! A indústria coloca nos rótulos desses alimentos “porcarias” para crianças que é rico em vitaminas e minerais, mas vai ler o rótulo! Depois que comecei a ler rótulo de industrializados (orientação da minha nutricionista) vi como as coisas “gostosas” são lotadas de sódio e açúcar. Nos anos 80/90 eu comia essas porcarias na infância, mas com moderação. Fora que naquela época as crianças eram bem mais ativas, corriam, pulavam, brincavam de pique, tinham como gastar essas calorias vazias. Hoje em dia elas perdem a infância atrás de tablets, videogames e smartphone. São outros tempos.

    Por Aline | julho 21, 2016 às 13:49| Responder
  2. Muito bom o artigo! Infelizmente as pessoas entopem as crianças com essas bobagens…

    Por Rosalia | abril 22, 2016 às 09:46| Responder
  3. Eu amei…Muito bom o artigo! Infelizmente as pessoas entopem as crianças com essas bobagens tempo todo.

    Por Rosalia | abril 22, 2016 às 09:43| Responder
  4. Essa página também é da nutricionista Paola Preusse, não é isso? A mesma publicação do blog. Achei o assunto tão relevante… quis confirmar a origem. Obrigada pela atenção.

    Por Alice de Brito Costa | março 13, 2016 às 23:34| Responder
    • Valéria Scavone

      Oi Alice,
      Este site é de minha autoria. O artigo escrito teve como referência o blog da Paola Preusse, indicado no final do post em | via

      Beijos!

      Por Valéria Scavone | março 14, 2016 às 09:17| Responder
  5. Olá gostaria de saber se alguém sabe informar se BBS de 1,5meses podem tomar leites de amendoim amêndoas e castanha ?
    Amei esse post nenhum desses alimentos são legais.

    Por Stefane silva | fevereiro 27, 2016 às 16:47| Responder
  6. olá, penso que um pouco de cada coisa não vai fazer mal.
    toda criança adora um doce.
    adianta a gente prevenir em casa e na creche e aniversários
    vão comer escondido. kkk

    a minha filha tem um ano e meio e já provou quase todos da lista, não é por isso que eu deixo de fazer comida caseira e dar frutas.

    vamos ser menos radicais.

    Por Dani | janeiro 12, 2016 às 15:55| Responder
  7. por favor meu netinho tem 18 meses e teve mielo meningoceles, ele adora comer batata palha com arroz e feijão… vcs acham que ja pode comer isso todos os dias?

    me respondam por email por favor e com urgência

    Por Fatima | novembro 9, 2015 às 22:42| Responder
    • Valéria Scavone

      Olá Fatima, boa noite!

      O Comendo com os Olhos é um site de entretenimento, receitas, fotografia, arte e eventos.
      Sugiro que vocês entre em contato com um médico responsável para responder às suas dúvidas, ok?

      Melhoras para o seu netinho!
      Beijos!

      Por Valéria Scavone | novembro 9, 2015 às 22:58| Responder
  8. sensacional todas essas informações.

    Por janaina | setembro 9, 2015 às 16:16| Responder
  9. Achei muito bom e útil o artigo. Gente, parem de criticar tanto, afinal, estamos falando de crianças de até dois anos… para mim, ainda são muito pequenas! Não custa nada cuidar da alimentação delas por pelo menos este pouco de tempo… Elas tem muito tempo pela frente para experimentarem de tudo! Acredito que os alimentos industrializados, atualmente, tem muito pouco de benefícios. O negócio é nada de exageros, e tentar ao máximo preparar as refeições em casa. As porcarias são gostosas e fazem parte, tudo no seu devido limite. Como tem gente sem bom senso…

    Por Andréia | julho 24, 2015 às 11:57| Responder
  10. Eu ja sabia,de tudo isso,mas infelismente,vc tem seus netos,e gdo vc fala algo,sobre isso,somos taxadas de que falamos muito.MAS TENhO PLENA CONSCIENCIA.DISSO POIS SOU TERAPEUTA NATURALISTA.

    Por arlete vendrame | maio 28, 2015 às 23:04| Responder
  11. Eu concordo com algumas coisas e discordo de outras. Mas também discordo de algumas e concordo com outras. Ou ao contrário, talvez. Não sei, pode ser que sim. Ou não.

    Por Mark | abril 11, 2015 às 23:01| Responder
  12. Podemos comer todas as frutas há uma variedade enorme) , todos os legumes , folhosos, tubérculos,(Tambem destes há uma variedade enorme), carnes frescas, peixes. agua pura, È desnecessário apelar para os industrializados. Só a indústria é quem lucra com os maus hábitos alimentares dos inocentes. Zelar pela alimentação saudável é a melhor forma de respeitar e proteger o maio ambiente. Afinal n´s fazemos parte deste meio ambiente.

    Por irene | abril 9, 2015 às 10:32| Responder
  13. Parece q muita gente não entendeu que é para evitar estas porcarias até os dois anos, eu já diria excluir totalmente até os três anos, principalmente para não se criar péssimos hábitos alimentares na criança… Meu primeiro filho, não conheceu estas tranqueiras na primeira infância, hoje tem 12 anos,muitas vezes recuza comer porcarias e come tudo q é saudável… Já meu segundo filho,meu marido dava de vez em quando,dizia que um pouco n faz mal, faz parte da infância, no final das contas meu segundo filho com o paladar estragado foi excluindo tudo que é bom e natural e hoje é um custo até p fazer ele comer um pouco de feijão… Isto porquê eu nunca deixei trazer tranqueiras p casa,até deixo comer na rua ou se forem junto no mercado podem comprar uma coisinha,só uma.

    Por Lorenza | março 9, 2015 às 18:58| Responder
  14. eu vou falar só uma coisas n pode isso n pode aquilo a para de frescura n pode nda ,se vc n quer da n da pro seu filho não da agora para de criticar os filhos alheios!!!

    Por ana | fevereiro 26, 2015 às 13:54| Responder
  15. Vivemos uma era de terrorismo nutricional!!! Todo mundo fala de nutrição, escreve sobre nutrição, tem blog sobre nutrição. Sou nutricionista, tenho uma filha de 4 anos, altamente saudável. Há quase dois anos, não fica doente. Mas, não sou xiita. Minha filha toma refrigerante apenas en festas infantis, e pouco. Come chocolate; tento optar sempre pelo mais saudável. Os chocolates que ganha na Páscoa duram 3-4 meses, pois vou dando aos poucos. Comeu danoninho após o primeiro ano, 1 por dia. Comeu gelatina e ainda come. Come biscoito recheado, mas nunca um pacote grande, compro as mini porções. Ela é criança!!!! Come e adora: frutas, legumes, verduras. É a base de sua alimentação diariamente. Faz atividades 4 X na semana, desde os 2 anos. Bebe água, pede água. Por que já está acostumada com sua rotina alimentar. Já sabe o que pode e quando pode. Seus exames bioquímicos estão perfeitos para a idade. Peso e crescimento também. Minha gestação foi ótima, muito saudavel, sem grande alteração de peso e sem alteração de PA. O que precisamos é bom senso, responsabilidade e disponibilidade com nossos pequenos, sem tanto sensacionalismo. Criança precisa de liberdade, de pé no chão, de descobrir sabores, cores…criança tem que ser criança. O mundo adulto já nos dá tantas limitações…

    Por Ivi | fevereiro 19, 2015 às 19:35| Responder
  16. A frase “comi tudo isso quando era criança e estou viva” é de mais pura ignorancia…. é logico q esta viva, e com a saude td debilitada e quando for mais velha ainda q virão os resultados de tanto desleixo!
    Pobre a mãe que acha que privar a criança dessas bombas industrializadas é o mal maior!

    Por isadora | fevereiro 18, 2015 às 20:28| Responder
  17. adorei

    Por arthur | fevereiro 7, 2015 às 10:57| Responder
  18. Alguém já ouviu falar, que tudo que é em excesso faz mal?
    É isso ai que eu penso.

    Por Paula | fevereiro 2, 2015 às 18:47| Responder
  19. Oow God!!
    Quanta bobagem!!
    daqui a poco ela vai dizer q ate agua faz mal pra criança

    Por stela | fevereiro 1, 2015 às 12:27| Responder
  20. Comi todas essas coisas durante minha infância e algumas delas com exagero (caso do leite fermentado, “danones Rosinha” e o macarrão instantâneo, miojo né…) e sou super saudável, sem nenhum tipo de problema. Minha filha tem dois anos e sempre se alimentou de tudo isso, principalmente achocolatado, desde 1 ano de idade quando parou de tomar leite materno e também é super saudável, os pediatras até se espantam com os exames… Fato é vou continuar deixando ela se alimentar de tudo isso, pq não faz mal, é tudo frescura…

    Por Jonathan | janeiro 30, 2015 às 00:10| Responder
  21. Eu gostei do post, concordo que estes alimentos são prejudiciais, procuro evitar ao máximo dar esse tipo pra minha filha, a alimentação dela é de frutas, verduras, carnes, arroz, feijão, legumes, não utilizo também temperos artificiais, observo tudo.

    Por Luana Brandão | janeiro 29, 2015 às 23:50| Responder
    • ate que fim alguem q falo alguma coisa boa, nossa fescura msm hj em dia tdo faz mau pra eles se deixar é leite materno ate os dez anos e sem agúa …..

      Por ana | fevereiro 26, 2015 às 14:02| Responder
  22. Fácil dizer isso quando a criança aceita comer tudo.

    Por Camilla | janeiro 29, 2015 às 10:24| Responder
  23. Eu acho que o problema maior não é nem evitar de dar, é eles verem os pais comendo e querer também!

    Por Ana Caroline | janeiro 29, 2015 às 09:57| Responder
  24. Tropas de enguinorantes a materia acima nao esta proibindo estes alimentos, apenas aconselha, cada um trata dos seu filhos da maneira que acham melhor.

    Por Paulo Martins | janeiro 29, 2015 às 03:59| Responder
  25. Sorry, mas comi tudo isso quando era criança e não tem problema algum com obesidade e também não tenho nenhum tipo de alergia. O segredo é o equilíbrio, é sempre bom optar por alimentos saudáveis, mas o consumo esporádico dos alimentos acima não tem nada de maléfico. Esse post tem uma dose de exagero!!!

    Por Daniele | janeiro 28, 2015 às 10:25| Responder
  26. Oi seria legal quando um alimento desses citado nessa tabela do que faz mal uma receita na para substituir por exemplo as crianças adoram iogurte dizer da uma fruta e fácil mas poxa são crianças será que não tem um tipo uma marca que seria boa ou uma receita pra fazer um iogurte natural chocolate difícil até pra gente grande uma tentação só dizer não deve ter alguma marca boa ou receitas pra substituir ou fazer igual e natural e saudavel

    Por dany | janeiro 27, 2015 às 23:41| Responder
  27. Ai nem me fale de dor na lombar, passei por situa

    Por Anônimo | janeiro 27, 2015 às 16:50| Responder
  28. Se formos evitar tudo o que existe para comer hoje em dia, vamos ser obrigados a aprender a fazer fotossíntese para nos alimentar!

    Por Marilia | janeiro 27, 2015 às 01:04| Responder
  29. É importantante evitar esses alimentos. Como o organismo da criança está em formação o melhor é uma alimentação o mais natural possível.

    Por Ana Maria da Costa S | janeiro 26, 2015 às 12:31| Responder
  30. Li alguns post e o que me surpreende é a quantidade de gnt ignorante que há. Por isso, entre ouros fatores, que o mundo está cada vez mais obeso. A obesidade mórbida infantil eh um dos maiores problemas que temos hj em dia. Não quer dizer que seja culpa apenas da alimentação, mas de uma vida não saudável, onde além da má alimentação, contamos com fatores onde as pessoas estão cada vez mais sedentárias.
    Vi que muitos disseram que comeu várias porcarias do post durante a infância e hj tem saúde de ferro. Eh fato que nem todos vão sofrer com isso, mas que estes alimentos não são a melhor opção para a idade, eh inquestionável. Há um documentário (encontrado até no YouTube) que eu acho muito interessante e acho que todos país e filhos deveriam ver chamado “muito além do peso”.
    http://youtu.be/0v8ENF-lomI

    Por Tiago | janeiro 25, 2015 às 07:18| Responder
  31. Eu concordo com tudo isso ai q esta escrito. Mas vou confessar nasci em 91 e nunca tive alimentação saudável. Era miojo de almoço, achocolatado e bolacha recheada todos os dias e gelatina nunca faltou em casa. Não sou obesa nem hipertensa e não possuo nem uma alergia.

    Por tuanny | janeiro 25, 2015 às 01:57| Responder
  32. Engraçado ver gente falando que comeu tudo isso e tem saúde perfeita. Sorte de vocês, manés! E se tivessem predisposição genética pra alguma doença, será que não teriam desenvolvido, não?

    Nasci nos 80, tenho 30 anos e estou com câncer.

    Vai arriscar com o seu filho? Azar o dele.

    Por Anônimo | janeiro 24, 2015 às 16:11| Responder
  33. só pelos comentários ,já dá pra saber o quanto mal esses alimentos e coca cola
    afetou o cérebro…kkkk.

    Por silvana | janeiro 24, 2015 às 03:37| Responder
  34. Você pode dar o que quiser para o seu filho. É uma opção sua.
    Mas pense duas vezes antes de fazer uma escolha. Porque quando você quiser dar um PetitSuisse (danoninho) para ele, realmente, pode não acontecer nada, ou nada que você identifique como causado pelo doce. mas pode causar cólicas e gases e na sua cabeça só vai passar “aah, é normal da idade, todas as crianças tem…” assim como vem escrito na embalagem de leite que esse não deve ser fornecido à crianças menores de dois anos, isso é válido para qualquer derivado do leite, ja que o sistema digestivo da criança não está suficientemente maduro para fazer essa digestão, a informação do petit suisse vc pode obter facilmente ligando no SAC das empresas, eles informam que é contra-indicado para menores de 2 anos.. o mesmo ocorre com os outros alimentos citados. a histórinha de que “eu comi e sou super saudavel” não é valida para todos, ja que seu filho é apenas 50% parecido com vc. como exemplo cito minha própria mãe, que toma leite desde a infância e não tem problema nenhum, enquanto eu mal posso tomar leite que ja sinto fortes cólicas e gases e bom, de acordo com as teorias de alguns ela tomou a vida inteira e é super saudavel..
    Apesar da nossa amiga não ter citado fontes e afins, existem pesquisas enormes antes de se publicar que algo faz bem ou mal.
    Continuando a linha de pensamento de que “eu fiz a vida inteira e estou super bem” continuo a citar os exemplos da minha familia, ja que minha mãe fumou durante as 4 gestações e todos os filhos nasceram saudavéis, seria correto o incentivo ao uso de cigarro? meu avô tem 81 anos e adiciona sal a toda comida (em exagero), mas ele não tem nenhum problema de pressão alta. seria correto eu dizer que essa historinha de que não pode por muito sal na comida é pura balela?
    E o uso da maconha? Bill Clinton, George Bush, Steve Jobs, são só algumas pessoas Mega espetas que ja usaram maconha, e são SUPER SAUDAVEIS (e ricas), mas não sairam por aí incentivando o uso da maconha…
    Então,que tal pararmos para pensar um pouquinho antes de falar que “eu fiz a vida toda e estou super bem.. deixem as crianças serem crianças..”
    Aqui vai um video para exemplificar o Por Que de cuidar da Alimentação das Crianças
    http://www.megacriativo.com/essa-propaganda-vai-fazer-voce-mudar-os-habitos-alimentares-dos-seus-filhos/

    Espero que alguns mudem a linha de pensamento

    Por Júlia | janeiro 23, 2015 às 20:49| Responder
  35. gelatina tem açúcar e corante MAS tem colágeno que eh bom pra pele e ossos.
    Petit suisse tem açúcar e corante, MAS tem marca que vc pode ler no rotulo que tem cálcio, zinco, vitaminas A e D.
    Concordo que alguns produtos da lista são pura tranqueira, mas tem outros que tem benefícios sim.
    Sem neura, mamães!

    Por Leticia | janeiro 23, 2015 às 20:42| Responder
  36. discordo em alguns pontos…. tem coisas que são tranqueiras, mas tem produtos aí nessas lista que tem benefícios sim! Um iogurte tem açúcar e corante mas também tem cálcio, zinco, vitaminas A e D e outras vitaminas como consta na embalagem. Gelatina tem açúcar e corante mas é rica em colágeno bom pra pele e ossos. O importante é ler a embalagem e escolher a marca mais clara e de confiança!
    Claro que vc vai equilibrar o consumo com frutas, legumes, etc. Equilíbrio é tudo! Dá pra consumir alguns produtos dessa lista sim. Sem neura, mamães :)

    Por Leticia | janeiro 23, 2015 às 20:40| Responder
  37. Concordo! Quem nasceu nos anos 80 e 90 morreu! Não é proibindo que se consegue uma boa alimentação, e sim dosando! Nada faz mal a ninguém, se consumido moderadamente! Um absurdo achar que crianças tem que viver a base de frutas (e mesmo assim tem restrições), comidas sem gosto e verduras “refogadas”. Quero ver um adulto comer isso! A única coisa que não dou para meu pequeno é refrigerante e evito sucos industrializados. De resto come de tudo, e muito bem!! Sem precisar “evitar” qualquer coisa!

    Por Gabriela | janeiro 23, 2015 às 15:23| Responder
  38. Muito bom o artigo! Infelizmente as pessoas entopem as crianças com essas bobagens e depois vem aqui dizer que é tudo “exagero”, que o problema é só se for em excesso, “meu filho come e é saudável..” A verdade está aí pra quem quiser ver! Concordo com todos os itens, e há sim muita coisa fora da lista que as crianças podem comer.
    Quanto ao comentário de que alergia não tem nada a ver com alimentação, quantas pessoas dos anos 80-90 a gente conhece que tem rinite/sinusite intratáveis? Precisamos de mais estudos, mas talvez não seja puro azar de uma geração toda.

    Por Marcela | janeiro 23, 2015 às 12:54| Responder
  39. Kkkkkk so tenho 3 e os 3 Dei Tudo isso para eles. Sao perfeitos, saudaveis, e nunca deixarao de gostar de belo Prato de arroz com feijao. Acho que VC tem que dar limites , se VC empamturar a crianca so com besteiras e logico que nao sera saudavel. Ja vi mtos pais que nunca derao nada absolute te nada e de acucar pra crianca e qdo veem um doce na frente parece que o mundo vai acabar de Tao agitas que ficam comem como loucos mto feio mesmo. Temos que nos preocupar sim com alimentos que possao causar allergies como peixes, Frutos do Mar, amendoim , castanhas. Na vida e na alimentacao tem que haver emquilibrio so isso . Nada mais gostoso e saudavel do que ver seus filhos crescendo normais como nos que comemos Tudo isso e continua moms ai vivinho da silva

    Por Rose | janeiro 23, 2015 às 10:49| Responder
  40. Pessoal, na boa? Tudo em excesso é ruim. Até mesmo o excesso de cuidado. Claro que ter uma alimentação saudável é sempre bom, mas depois de uma certa idade, comer um chocolate, uma bala uma vez ou outra não vai tornar ninguém obeso, cheio de problemas de saúde. Cuidar é fundamental e muito importante, não podemos correr de uma alimentação saudável! Mas quebrar as regras de vez em quando, faz bem também, desde que não se torne rotina! Claro!

    Por ale | janeiro 23, 2015 às 10:39| Responder
  41. Gostaria de uma dica das mamães mais experientes aí… O que colocar no leite do café da manhã? Já que não pode achocolatado e café. Obrigada.

    Por Andréa | janeiro 23, 2015 às 09:52| Responder
  42. Muito boa materia. Concordo que devemos oferecer aos nossos filhos as coisas mais saudáveis possíveis, meu filho hoje com 12 anos até os 3 anos evitei de dar a ele refrigerantes, mel, doces, um dia fiquei irada com a minha sogra por da uma colherada de mouse de maracujá a ele quando tinha apenas 8 meses. Mas algumas coisas como danoninho, gelatina eu não sabia do seu mal e sinceramente queria tempo para poder oferecer ao meu filho tudo o mais natural possível, mas sou uma mãe que trabalha fora e preciso de praticidade em alguns alimentos, hoje estou grávida e vou tentar oferecer coisas o mais naturais possível, mas se não for, não vou ficar me culpando…

    Por Audrey | janeiro 23, 2015 às 08:22| Responder
  43. Falar que a gelatina tem pouco valor nutritivo? Quanta ignorância! Ela tem 9 dos 10 aminoácidos essenciais pro ser humano. É proteína pura!!! Poderia não ser indicada para consumo de bebes devido aos corantes, mas falar que não tem valor nutritivo!!!!!!DEMAIS

    Por Maria Dulce Braz | janeiro 22, 2015 às 15:56| Responder
  44. agora por favor faça um post de 20 coisas q temos e podemos dar p nossos babys… coisas faceis do dia a dia… p escaparmos das facilidades da geladeira… e ai aceita o desafio? minha filha mais nova tem 8 meses e td q esta nessa lista ela ja experimentou… :( help me

    Por Luciene | janeiro 22, 2015 às 14:24| Responder
  45. Muito bom o artigo! Faço tudo o possível para que a alimentação da Sofia seja a melhor possível! Trabalho bastante mas todos os dias prepara a comida dela tb sempre tenho alguma papinha congelada! Iogurte só natural feito por nós misturado c frutas! Ela adora! E tem aquele velho ditado…” cuide da sua saúde hoje para não ter que cuidar da sua doença amanhã” isso vale p crianças tb…. fica a dica!

    Por cris | janeiro 21, 2015 às 19:45| Responder
  46. A JUVENTUDE DE HOJE VIVE NO MUNDO DAS DROGAS…….NASCI NOS ANOS 70 E VIVI TUDO ISSO NOS ANOS 80. NA MORRI E NÃO TENHO NENHUMA DOENÇA;……TENHO 41 ANOS E SOU SAUDÁVEL….É ÓBVIO QUE TUDO EM EXCESSO VAI FAZER MAL….MAS PRIVAR AS CRIANÇAS DAS DELICIAS DA INFÂNCIA É UM EXAGERO…….TENHO UMA FILHA DE 3 ANOS E ELA ADORA FRUTAS E LEGUMES, POIS A ACOSTUMEI DESDE CÊDO COM ESSES ALIMENTOS, PORÉM NEM POR ISSO A PRIVO DE SER CRIANÇA E SABOREAR CERTAS BESTEIRAS……DE VEZ EM QUANDO NÃO FAZ MAL…….DEVEMOS APENAS IMPOR LIMITES…..NÃO PRIVÁ-LAS DE SEREM CRIANÇAS….

    Por EU | janeiro 21, 2015 às 18:13| Responder
  47. aff’s , se a criança nao puder comer tudo isso q ta ai nao é mais criança … aff’s , pra q deixar de dar essas coisas pras crianças? se a gnt for comer só o q nos faz bem , nem comemos … nao precisa ser em excesso , mas nao tem nd dms em elas comerem/beberem isso lá de vez em qando….!
    n

    Por Ja | janeiro 21, 2015 às 13:11| Responder
  48. Vejam o documentário “muito além do peso”! Dá uma esclarecida sobre certos alimentos tanto na dieta infantil qto na dos adultos, fala sobre obesidade infantil e algumas doenças relacionadas a dieta.

    Por Bia | janeiro 21, 2015 às 10:41| Responder
  49. preiso de um dieta rica para obter massa muscular pois malho

    Por elisangela rodrigues | janeiro 21, 2015 às 09:59| Responder
  50. As pessoas são preguiçosas até para compreender um artigo que acham fraco, imagina para dar comida saudável aos filhos? Nem dá para discutir, pois acreditam que tirando esses itens citados, não há outros alimentos. Que dó. Deve ser a má alimentação danificando o cérebro. Mais fácil abrir um pacote e uma latinha! É a vida…

    Por Caroline | janeiro 21, 2015 às 01:25| Responder
    • Também gostei do artigo! Não entendo como há pessoas que querem discutir uma coisa que é óbvia. O post fala sobre crianças até 2 anos… Se você discorda e quer dar refrigerante, salgadinho, bolachas para um bebê boa sorte. Ela só quis alertar!

      Por Tatá | janeiro 23, 2015 às 11:16| Responder
  51. Faltou o mel nesta lista!

    Por sandra yara nascimen | janeiro 20, 2015 às 20:07| Responder
  52. Resumindo, coloque seu filho dentro de um bolha. Não deixe ele dormir na casa dos avós, nem dos amigos. Coloque uma câmera na creche/escola e vigie se ele por acaso comeu o lanchinho do amigo.
    Alguns alimentos são possíveis de proibir, outros não!!!
    Hoje é tudo muito extremo, muito radical. Minha mãe me deu coca cola na mamadeira, pois eu não comia nada de jeito nenhum quando neném e ela não tinha a menor paciência de insistir, e eu não sou gorda, não tenho problemas de saúde ou mental.
    Acredito que devemos tentar alimentar nossos filhos da melhor maneira, mas sem radicalismo!!!!

    Por carla | janeiro 20, 2015 às 10:50| Responder
  53. Parabens a matéria! Tenho 22 e luto para nao comer todas essas porcarias do mundo industrializado. Cada vez mais fica pior esses produtos para nos consumidores, é uma luta constante com a saude para o nosso corpo… Vamos nos alimentar melhor para que nao soframos tanto assim e quando eu tiver um filho vou fazer de tudo para que ele tenha uma vida mais saudavel do que eu tive! Deus abençoe voces

    Por WILLIAN RICARDO | janeiro 19, 2015 às 15:47| Responder
  54. ai coitados!

    Por lara | janeiro 19, 2015 às 13:02| Responder
  55. Ou seja, vai morrer de fome!

    Por Marcio Lopes | janeiro 19, 2015 às 12:02| Responder
  56. Eu comi todas essas coisas sim. Não sou gorda, mas controlo meu peso constantemente. Além disso, tenho colesterol alto devido à fatores genéticos. Minha filha tem 1 ano e 9 meses e é alérgica à proteína do leite. Nunca ingeriu qualquer um desses alimentos, nem mesmo a soja. Uso leite de côco (feito em casa), leite de arroz, além de substituir nas receitas o leite pelo suco de frutas. Não é fácil, além de cuidar de toda alimentação dela, trabalho fora, cuido de casa também. O que quero dizer é que alimentação saudável dá trabalho e muito, mas é possível deixar alimentos cortados, congelados e pré-preparados para a semana. Minha filha é super saudável, não adoece e come de tudo, verduras, frutas, legumes, arroz, feijão, biscoitos. sei que um dia ela terá contato com todas essas coisas e não irei privá-la disso, o problemas é o excesso e não apresentar alimentos saudáveis às crianças. Acredito que nós somos soberanas na educação dos nossos filhos. Mas hoje existem mais estudos e descobertas voltados para a saúde, se podemos fazer melhor porque não fazer?

    Por Hellen Andrade | janeiro 18, 2015 às 13:46| Responder
  57. Parabéns pelo artigo! É muio inportante estar atento à alimentação dos pequenos após o período de lactância.
    Como sugestão seria muito útil fazer um post com os alimentos que estão permitidos e recomendados para esta etapa.

    Por Pedro | janeiro 18, 2015 às 13:13| Responder
  58. Triste e saber que alguém precisou escrever isso para alertar pais e mães . Que isso ? Tem alguém que alimenta os filhos com esse lixo ? Pior ainda e ler uns e outros aqui que acham que não existe comida pra criança além disso. #sojesusnacausa . Minha filha de 2 anos e meio hj adora yacult e eu dou, mas nunca comeu um nuvem na vida ou tomou refrigerante. Qndo quero fazer um agrado dou coisas que são naturais, feitos com produtos orgânicos tipo sorvete sem conservante, gordura hidrogenação etc, ou até chocolate meio amargo . No mais , e fruta e vegetais todo o tempo. Se engana os pais que acham Que isso e tortura para os filhos. O prato preferido da minha filha e salmão com gengibre ,batata doce assada e bok choi com alho. Educação alimentar começa na gravidez .

    Por Maira | janeiro 18, 2015 às 01:45| Responder
  59. […] de 16 Alimentos que crianças até dois anos de idade não devem ingerir de Comendo com os […]

    Por 16 Alimentos que as | janeiro 17, 2015 às 21:01| Responder
  60. Ok, vou alimenta-los com alface e vento. Claro, tudo cru e sem sal…

    Por Anonymous | janeiro 17, 2015 às 18:53| Responder
  61. Coitadas das crianças alérgicas à lactose, não poderiam ingerir leite de soja. O artigo ficou muito genérico, poderia causar medo nas mamães de primeira viagem.
    Precisaria de uma revisão nessa parte.

    Por Glaucio | janeiro 17, 2015 às 08:21| Responder
    • Claro, justamente porque não existem frutas, verduras, cereais, tubérculos… nada além desse monte de porcarias que mostra o texto…

      Por Bruna | fevereiro 18, 2015 às 11:58| Responder
  62. Há muitas citações sobre reações alérgicas, não entendo muito a respeito mas tenho casos inéditos de alimentação estranha em minha família, e qualquer criança pode ter uma reação alérgica a qualquer alimento certo? (Me corrijam se estiver errada, por favor) Meu sobrinho por exemplo tem alergia a pêssegos…

    É diferente mas existe. Acredito que citar reação alérgica como ponto negativo não é argumento, afinal estamos sujeitos a isso por qualquer alimento e não só os industrializados..
    Quantos aos demais pontos achei interessante, realmente são alimentos que não fazem falta para as crianças e podem ser substituídos por alimentos mais saudáveis. Na minha opinião, acostumar os pequenos com o que eles precisam, diminuem as chances de acabar com uma criança que restringe sua alimentação a um único alimento.

    Dar coisas industrializadas é a realidade de muitas mães, pois o cotidiano nem sempre permite tanta dedicação ao preparo das refeições, mas não deixar que seu filho se torne um adulto que só come hambúrguer e batata frita (Como meu marido) faz parte da responsabilidade e carinho de toda mãe.
    O industrial sempre vai ser mais saboroso porque sempre tem mais condimentos e gorduras que realçam o sabor, se a criança se acostuma a comer cenoura, beterraba etc.. Ele poderá ter os dois em sua alimentação, mas de uma forma mais balanceada e que não prejudique a sua saúde.

    O industrial não é tão ruim assim, mata a fome e tem lá seu valor nutricional, e pouquíssimas pessoas no mundo podem dizer que não comem ou que nunca comeram, só deve ser consumido com responsabilidade e de forma moderada, como qualquer outro alimento.

    Por Livia | janeiro 16, 2015 às 20:14| Responder
  63. Bebidas de soja e alimentos a base de milho, como biscoito de maizena, geralmente são feitos com matéria prima transgenica, há muita controvérsia sobre o efeito destes produtos na nossa saúde, principalmente na das crianças. Evite transgenicos.

    Por André Pepalanthus | janeiro 16, 2015 às 19:55| Responder
  64. Parabéns, o artigo está ótimo. Os comentários alheios é que me surpreende! Muita gente ignorante querendo dar palpite, cada item citado é prejudicial a saúde sim, entretanto os danos causados em razão do consumo serão constatados futuramente. Os adultos de hoje têm uma saúde frágil, reflexo da má alimentação na infância. Não precisa ser um nutricionista para saber que produtos industrializados (inclusive, os quais ela citou) são nocivos a nossa saúde, basta ter bom senso e um tanto de conhecimento!

    Por Danielle Machado | janeiro 16, 2015 às 17:37| Responder
  65. Minha filha tem 03 anos, e tirando os itens: Leite Fermentado; Refrigerantes , Embutidos e Café que ela nunca experimentou, todos os outros ela comeu e come. O erro não estar em oferecer essas coisas citadas, e, sim no exagero.

    Por Suyane | janeiro 16, 2015 às 13:43| Responder
  66. Nao entendo quem so sabe criticar a postagem.Tenho 33 anos e infelizmente sofro muito com diabetes. Fui criada sem regras p comer e olha no q deu! Se nao gostam simplesmente não leiam ou criem seus próprios textos com referências que achem pertinentes.

    Por kelly | janeiro 16, 2015 às 13:15| Responder
  67. Como tem gente ignorante.As pesquisas estão ai, para melhorar a saúde de nossos filhos .Minha filha tem 27 anos hoje e mãe , se ela seguir algumas regras que eu segui o filha dela será saudável como a mesma . experiência propia. Não sei o que é correr com filho doente , dentes lindos.Ou melhor saúde perfeita

    Por gisely | janeiro 16, 2015 às 04:54| Responder
  68. Tadinhos não podem comer nada gostoso!!! Hahhajajaja

    Por Rafaela | janeiro 15, 2015 às 18:22| Responder
  69. Eu dava tudo isso pro meu…

    Por aline | janeiro 15, 2015 às 15:46| Responder
  70. Concordo com o Marcio…
    E cuidado ao falarem das comidas das vovós hein…fica a dica!

    Por Lília | janeiro 15, 2015 às 14:50| Responder
  71. Na minha opinião e experiência de vida.Só faz mal aquilo que o próprio organismo rejeita.comer de tudo cda qual tem sua qualidade .Saber comer na hora certa na quantidade certa.O que faz mal não é a qualidade e sim a quantidade.Educar a alimentação.

    Por Neiry Nepomuceno | janeiro 15, 2015 às 14:44| Responder
  72. Nasci nos oitenta também e não tenho alergias, obesidade e não aparento uma saúde de uma pessoa de setenta, cada comentário.

    Por roberta | janeiro 15, 2015 às 13:44| Responder
  73. Pura BALELA… eu, meus irmãos, e meus filhos, comemos isso tudo quando crianças, o que não se deve é exagerar. A matéria é um exagero.

    Por Sergio Leão | janeiro 15, 2015 às 13:30| Responder
  74. Eu comia tudo isso e estou saudável até hoje ;) acho que só não deve ser consumido em excesso, e isso em todas as idades.

    Por Letícia | janeiro 14, 2015 às 19:15| Responder
  75. Sobre o leite materno ser alimemtação exclusiva ate os dois anos de idade, como argumentado em um dos posts acima, quem te passou essa informação? O aleitamento materno exclusivo é indicado até os 6 meses de idade, após esse período deve-se iniciar a introdução de alimentos saudáveis, mantendo a amamentaçao. Sobre os alimentos acima citados: não precisa nem argumentar. Pode ser que nenhum deles mate a criança, mas convenhamos que biscoito recheado, achocolatado, refrigerante e industrializados em geral nunca foram considerados saudáveis e a má alimentação é a principal causa de obesidade infantil e problemas de saúde como o alto colesterol. Você quer dar para o seu filho? Dê. Mas o trabalho das pessoas que tem conhecimento é transmiti-los. Segue-os quem quer.

    Por Tainá | janeiro 14, 2015 às 17:50| Responder
  76. Estas informações estão totalmente corretas. E pessoas que criticam não sabem de nada, são ignorantes e preferem tapar o sol com a peneira. Todos aqui que comentaram esse post tem direito de opinião, mas falar que tudo isso é mentira, que nasceu nos anos 80 e não tem nenhuma doença… que bom. Mas lhes pergunto quantas pessoa de 75 de idade vcs conhecem que não tem nenhum problema de saúde? ??? Eu conheço…meu sogro é super saudável…não não tem nada…infância…tudo plantado no quintal…adoçar alguma coisa…rapadura. Hoje a indústria alimentícia não está nem aí com a sua saúde, o que importa é o lucro que ela vai ter. Pesquisem, se informem ao invés de aceitarem de mão beijada o que a mídia lhes oferecem. Cada pessoa tem um organismo diferente. Sabem esse Danoninho rosinha… a médica da minha filha mostrou uma tabela da Danone, que apenas crianças maiores de 4 anos podem consumi-las devido ao alto teor de proteínas que sobrecarregam os rins. Amém seus filhos, não lhe dêem porcarias. Tem muita fruta boa, iogurte naturais, pães e bolachas caseiras e integrais. É só não terem preguiça. Fica a dica

    Por Luciana | janeiro 14, 2015 às 15:37| Responder
  77. Aa crianças podem sim comer,isso depende da criança,tem que ver certinho com o/a nutricionista

    Por larissa | janeiro 14, 2015 às 14:28| Responder
  78. sobre o macarrão instantâneo, o que tem sódio é o temperinho… A massa é ruim pois passa por um processo de fritura. A gelatina pode ser feia em casa com agar-agar e suco integral de uva por exemplo. Tenho muita sorte, minha filha de três anos não gosta de refrigerante (confesso que tentei dar, pois chegamos em festas onde nem água se tinha, hoje em dia me previno levando uma garrafinha que funciona como um filtro de carvão ativado, cheia de água fervida). Come chocolate só se for meio-amargo e de meio-dia a “briga” é para que coma mais do que só a salada (tenho que dizer que, se não comer a carne, não ganhará salada).
    Passo trabalho em festinha infantil, pois quando saímos de uma destas, tenho que fazer comida pois a pequena não gosta de frituras nem brigadeiros. Meus amigos já sabem que preciso de salada de fruta (sem açúcar), suco natural ou integral e no máximo uma nega-maluca nas festinhas para então a Maria comer alguma coisa.
    Mac Donald’s pra minha Maria significa “brinquedo”, tomatinho e cenourinha, o resto eu tenho que comer. Rsrsrs. Parabéns pela matéria!

    Por Fernanda | janeiro 14, 2015 às 00:18| Responder
  79. Bla bla bla bla… VIVA O MAC DONALD’S!

    Por Fernando | janeiro 13, 2015 às 17:37| Responder
  80. Ola!!
    Vc fala em leite de soja,a minha Ana tem APLV,o unico leite q ela pode tomar e ele.

    Por priscila | janeiro 13, 2015 às 15:40| Responder
  81. Essa lista não é só para crianças, e sim para todas as pessoas, essas porcarias só fazem mal à saúde. Esses gordos que defendem o consumo disso, que tomem vergonha na cara, se vocês não devem comer isso, crianças muito menos. Valeu gordalhada, fiquem com deus.

    Por Ricardo | janeiro 13, 2015 às 00:11| Responder
  82. Desculpa, sou da área e digo, que é muita vontade de aparecer escrever um post desse, a maioria das coisas está extremamente exagerada e um bando de gente sem informação concordando, vi nesse post a seguinte idéia, impressionar leigos dizendo vagamente coisas perigosas que vocês nem imaginavam. Logicamente que algumas coisas não devem ser consumidas em excesso e outras não tem o menor problema. Gente, vamos pensar, ler e estudar, não possível, inclusive me recuso a aprofundar meu comentário, complicado.

    Por André | janeiro 12, 2015 às 19:54| Responder
  83. Esta coisinha rosa que você cita, não é sobremesa, tem que se informar melhor, é petit suisse, e contém cálcio e ferro, é só observar em algumas marcas confiáveis, meus filhos comeram algumas destas coisas e nem por isso tem um saúde ruim.

    Por Paulo | janeiro 12, 2015 às 18:58| Responder
  84. Acredito que informação nunca é demais, porém, cada um faz o que bem entender com seu filho. Eu prefiro evitar de oferecer certas coisas ao meu pequeno, mas cada um sabe o que faz.

    Por Vivian | janeiro 12, 2015 às 06:46| Responder
  85. Acho que todo conhecimento é válido, mais cada um sabe como quer criar seu filho, assumindo as consequências!
    Fora que além dos pais ainda tem avós, tios, padrinhos, amigos que teimam em alimentar os bebês como se fossem bichinhos virtuais!

    Por Lalliny | janeiro 12, 2015 às 01:47| Responder
  86. Eu acho que ela postou aqui coisas para ajudar não está obrigando ninguém a seguir nada,critcar é sempre mais fácil afs

    Por flavia | janeiro 11, 2015 às 19:06| Responder
  87. Parabéns pelo post. Que ele se espalhe cada vez mais pela web. Oferecer uma alimentação saudável é um ato de amor ao seu filho. Essa geração está sim mais vulnerável a diversos tipos de enfermidades por conta da alimentação. Não se enganem, pois o resultado também vem a longo prazo. É possível substituir e adaptar quase todos esses itens para que eles tenham funcionalidades para a criança. Procure, pesquise e se informe!

    Por samantha | janeiro 11, 2015 às 14:13| Responder
  88. Parabéns pela iniciativa do post. O material é bom, e você não tem a obrigação de postar uma tese de doutorado com todas as respostas. Você conseguiu seu objetivo até mesmo com quem discorda, pois todos refletiram sobre o assunto. Quantas vezes as nossas verdades se alteram com o tempo? Quando tiver interesse em escrever o faça novamente, pois o mundo constantemente muda graças aos que fazem.

    Por KLEISSI | janeiro 11, 2015 às 11:15| Responder
  89. Meninas, Calma!!

    Vejam que o título fala de crianças até 2 anos. Não acredito que antes disso, alguma mãe, por pior que seja, ofereça estas porcarias aos filhos.

    Por MARIA SOCORRO | janeiro 10, 2015 às 20:41| Responder
  90. Com argumentos ou sem argumentos, qualquer pessoa minimamente esclarecida está careca de saber que a maioria dos alimentos da lista faz mal. O que me parece é que ao serem confrontadas com a verdade, muitas mães se sentem culpadas e rebatem o óbvio com argumentos tipo: meu filho comeu e é saudável. Ora! Cada um reage de uma maneira e cabe a cada família a decisão. O que não se pode admitir é que essas pessoas queiram impor seu estilo de vida e crucificar quem prega a escolha saudável.

    Por Mirna | janeiro 8, 2015 às 01:00| Responder
  91. Olá, adorei o post. Sempre evitei esses alimentos. Para onde quer que eu vá, levo frutas cortadas e sucos caseiros para minha filha lanchar. Também ofereço biscoitos integrais e quando um suco precisa ser adoçado uso açùcar demerara ou mascavo.
    Mas cada um de nós fazermos nossas escolhas e nem sempe o que funciona para uma família irá funcionar para outra. Eu penso assim, se puder evitar certos alimentos, ótimo, senão, consumir com moderação. E atentar para os que podem fazer mal ou causar alergias como mariscos, castanhas, mel…

    Por carol | janeiro 4, 2015 às 01:47| Responder
  92. Aff a crinça não pode comer nada kkkkkkkkkkkkkk.. Que nutricionista sem noçaõ.

    Por Larissa | agosto 27, 2014 às 11:56| Responder
  93. Parei de ler os comentários na metade ,não aguento tanta ignorância !
    Difícil entenderem q isso é uma matéria,e se vc n acreditou nisso ,pesquise na internet,procure que vc verá que todas as informações são verídicas .
    O nuggets,em sua fabricação,é usado todos os restos do frango,as piores pRtes,pele e ossos,sendo um alimento rico em gordura.
    Se vc acha certo entupir seu filho de açúcar e gordura vc n o ama o suficiente pra preservar a saúde dele !
    Falar q n tem problema dar esses alimentos é desculpa pra assumir que tem preguiça de fazer uma alimentação saudável !

    Por Lili | agosto 27, 2014 às 08:49| Responder
  94. Tudo muito bonito na teoria, mas na pratica é bem dificil. Mesmo porque existem varios convites a essas guloseimas que fogem do controle das mães, a nao ser que as crianças nao frequentem festas, escolas, nao vejam tv e nao acreditem em coelhinho da pascoa nem possam participar das coroaçoes. É óbvio que a maioria das maes gostariam de sempre oferecer alimentaçao equilibrada e saudavel mas as vezes foge das nossas maos, infelizmente. Outra questao é a proibiçao que prejudica ainda mais o paladar para a alimentaçao saudavel. Privar a criança de alimentos convidativos, pode causar efeito contrario. Sei de uma criança que aprendeu a gostar de coca cola na escola, sem a mae saber. Isso envolve a cultura de toda a sociedade. Por isso digo que é facil na teoria, mas so quem é mae sabe como é difícil.

    Por lilian matos | agosto 27, 2014 às 01:55| Responder
  95. na verdade acho tudo isso com um certo grau de exagero!!!
    o Açucar está sendo visto como o vilão do século!!!! assim como as gorduras! na verdade, tudo com limite é benéfico e nada aterrorizante!!! Lembram, a diferença entre remédio e veneno é a quantidade!!!
    está aí… vitamina em excesso tb pode ser prejudicial!
    e outra, com a febre dos integrais, esquecem que os mesmos diminuem a absorção de certas vitaminas essenciais para o crescimento dos bebês! e outra na primeira infancia, as gorduras são fundamentais para construção do SNC dos pequenos….
    e o açúcar…. isso surgiu com uma tentativa de mostrar uma menos descarga insulinica antes dos 2 anos…. mas nunca ninguem conseguiu comprovar!!!! e se vcs acham que impedindo q eles comam antes dos 2 anos, irãp fazer com que não gostem… estão completamente enganados!!!
    sou adepta da alimentação saudável sim, sem glutamatos e corantes ( isso sim!!!) expondo os pequenos ao maior numero de estimulos possiveis… gustativos, olfativos e auditivos!!!!
    Mariana Angelini Aguiar Corrêa
    Maria Carolina Andolpho Bonini

    Por maria fernanda | agosto 26, 2014 às 22:29| Responder
  96. Achei maravilhoso esse menu, mas é complicado que em alguns momentos ñ se recorra aos alimentos industrializados, penso que tudo em excesso faz mal. Faço de tudo para que minha filha ñ coma certos alimentos, como alguns itens dessa lista. Mas com o tempo corrido é dificil levar uma vida completamente saudavel. Amei a dica.

    Por luciane | agosto 26, 2014 às 20:56| Responder
  97. obrigada pelo artigo, muito interessante. concordo plenamente com as recomendações e acredito que muitos desses alimentos nao deveriam ser dados nem mesmo aos adultos (nem mesmo de vez em quando ou mesmo se “quando eu era pequena eu comia tudo isso e hoje tenho uma saúde de ferro”).

    soh um detalhe, “petit suisse” nao tem nem corante nem açúcar e nao se trata de uma sobremesa! a foto do post é uma foto de danoninho e acredito que a autora nao quiz mencionar alguma marca aqui, por isso disse “petit suisse”. mas o verdadeiro “petit suisse” é um simples queijinho francês sem açúcar nem corante, mas com mais ou menos 60 a 75% de gordura. se vc acrescentar açúcar, dai pode comer como sobremesa. mas ele tb é usado com sal ou cebolinha picada (delicioso paté), pode ser usado para rechear carnes ou cobri-las se misturar com mostarda. infelizmente a industria brasileira usa (abusa) esse nome para tudo quanto é iogurte, menos para o verdadeiro queijo “petit suisse”…

    Por Zazou | agosto 26, 2014 às 20:39| Responder
  98. As crianças até além de 2 anos comerão tudo o que lhe dermos para comer. Por isso, é uma obrigação dos pais dar aquilo que for de melhor para os nossos baixinhos, aconselhados por aqueles que realmente entendem do assunto. Fica a dica que produtos industrializados contém substâncias que não são nutrientes, não alimentam como também não trazem saúde.

    Por Mario | agosto 26, 2014 às 17:46| Responder
  99. Concordo com uma alimentação rica em alimentos saudáveis e faço quetão de fazer os própria papinhas do meu filho, mas sou contra os exageros. Privar seu filho numa festinha de comer um doce ou mesmo num final de semana de comer uma gelatina, um danoninho. Crianças são espertas e adoram comer o que comemos. O caminho do meio acaba sendo sempre o mais correto, sem exageros. Devemos lembrar que a herença genética também influenciará na vida da criança.
    Outro ponto é a qualidade dos alimentos oferecidos às crianças: maçã, morango, batata, etc que são produzidos com muitoooo veneno. Agrotóxico mata – é fato!

    Por Claudia | agosto 26, 2014 às 15:26| Responder
  100. Realmente algumas porcarias devem ser evitadas, mas não a ponto de virar neurose! Minha infância também foi nos anos 80 e comi de tudo, mas sempre com limites! Hoje pratico esportes e tenho uma ótima saúde, não houve nenhum ‘”reflexo” terrível, rs. O problema são os excessos, a boa alimentação e os bons hábitos devem sempre predominar, frutas, verduras, sucos naturais e comida caseira, etc… Mas proibir uma criança de comer chocolate ou salgadinho la de vez em quando é além de frescura uma sacanagem, e gelatina??? Fala sério, rss.. toda infância deve ser rica em descobertas e diversão e a criança deve ser orientada sobre o que faz bem e o que não faz, com isso já vai aprendendo a se regrar e ter limites. O que adianta proibir tudo na infância?? Um dia não estarão mais debaixo de suas asas e farão o que bem entenderem, e justamente por essas privações, terão grandes chances de se tornarem adultos sem controle sobre si mesmos…

    Por Fernando | agosto 26, 2014 às 15:05| Responder
  101. Açúcar não é veneno não… açúcar é a principal fonte de energia para…
    Hoje podemos dizer q seria veneno pq nossas crianças não fazem absolutamente nada ficam abitoladas na frente de tablets e celulares, ai sim…
    Mas açúcar nunca foi veneno, gordura nunca foi veneno… é muito extremista esse tópico…
    Vim através de um amigo aqui, mas pela falta do meu diploma não posso argumentar com vc.. rs
    Mas se falar sobre orientação seria muito melhor que falar de privação…

    Por Júnior | agosto 26, 2014 às 13:31| Responder
  102. Nugets = preguiça dos pais ? Péssimo post, limitou-se aos açúcares e corantes … Não bem assim que devem ser tratadas essas restrições … Meus pequenos comeram tudo isso e os tem a saúde perfeita … Proponha a substituição de cada alimento citado, ai será assertiva na sua tese.

    Por Márcio | agosto 26, 2014 às 13:16| Responder
    • Você já leu a tabela nutricional do nugget industrializado?
      Ele possui gordura e sódio em excesso,além dos conservantes,estabilizantes e emulsificantes.Já que você disse que quem dá nuggets para os filhos não é preguiçoso, então deveriam passar a preparar o próprio nugget em casa,que será bem mais saudável e nutritivo, pois poderá acrescentar legumes no mesmo.Aqui em casa,eu faço um hambúrguer com 500g de carne moída,1 xícara de farelo de aveia,1 cebola cortada bem fininho e sal e alecrim a gosto,fica ótimo, dá para fazer no forno e colocar cenoura ralada.
      Não sou muito fã de nuggets,então nunca tentei fazer,mas existem variaz receitas na internet.

      Por Rafael | janeiro 23, 2015 às 13:37| Responder
  103. Lendo os comentários..me atentei há alguns. Por exemplo: os argumento são vazios. Podem até ser, mais não deixam de ser um fato.
    outra coisa: Google acadêmico, Scielo, etc. Busquem artigos quem não acredita que existem comprovações científicas lá. Garanto que vai achar N artigos falando sobre tudo isso.
    Além disso, não seria “cagar” na cabeça de quem tem filho, e sim tentar orientar sobre uma melhor alimentação. Pode não acontecer com você, mais quem garante que seu filho não vai obeso, cheio de problemas como colesterol altos índices de triglicérides, chances de ser diabético. Quer testar? Eu não arriscaria a saúde do meu filho.
    Alimentos industrializados passam por muitos processos, e contém muitos aditivos químicos. Não são recomendados. As mães podem até argumentar a falta de tempo. Acredito que a vida seja corrida. Mais cortar uma fruta, deixar alimentos pré preparados não toma tanto tempo assim.
    Quem não quer orientações, tem todo o seu direito. Somente deixe quem quer ajudar ter o direito de faze-lo.

    Por julia | agosto 25, 2014 às 22:49| Responder
    • Júlia, parabéns! Muito pertinente se comentário!
      Infelizmente, desde muito cedo somos “catequizados” no sentido de adorar o sabor, e principalmente o sabor artificial! E pra piorar, muita gente não enxerga, outras se nega a enxergar e outras se negam a ajudar os o demais a enxergarem!
      Em qualquer idade a alimentação saudável é o melhor caminho. Se posssivel alimento vivo, em sua maioria mais alcalino.
      Sucesso a todos nessa jornada!

      Por Sergio | janeiro 25, 2015 às 11:39| Responder
  104. Desculpe a sinceridade, mas achei o artigo extremamente vazio de argumentos e perigoso porque ele induz ao erro de oferecer laticínios a crianças quando até os dois anos deveriam ingerir exclusivamente leite humano.
    Quando fala da gelatina esquece de mencionar o principal problema que é o adoçante contido em todas as marcas e comete a enorme falha de não incluir o mel, que pode provocar morte por botulismo.

    Sugiro que reveja suas fontes.

    Por Michelle | agosto 25, 2014 às 11:17| Responder
    • Concordo com a Michele. Faltou argumentos…

      Por Débora | agosto 25, 2014 às 14:56| Responder
  105. tenho uma sobrinha de 3 anos que tem alergia a leite de vaca gostaria de receber receitas com leite de soja para preparar para ela gosto muito destas dicas valiosas para as mamaes parabens

    Por ilse grimm | agosto 25, 2014 às 10:15| Responder
    • Tente outros leites sem ser o de soja… leite de côco, leite de amêndoas, leite de aveia, de arroz… são bem mais saudáveis e fáceis de fazer em casa :)

      Por juliana | agosto 25, 2014 às 16:14| Responder
  106. Bem sobre o botulismo o mel até 1ano depois dessa idade ele pofe ser consumido ja q o intestino está “maduro”. Em relação ao palmito na verdade não é o palmito em si e sim a conserva, qualquer alimento em conserva deve ser abolido e os embutidos tb podem ser uma via de entrada para a bactéria.
    E só complementando o morango, nozes. , castanhas,amendoim e correlatos devem ser evitados ,pois podem causar alergias.
    :)

    Por Van | agosto 25, 2014 às 07:25| Responder
    • Vi algumas pessoas comentando sobre botulismo, então acho que vale a pena esclarecer algo…
      Botulismo tem ocorrências bem raras hoje em dia. Quando ocorre um caso, ele provavelmente tem relação com uma leva de alimentos que foram mal conservados e embalados. Uma forma de prevenir é verificar o estado do recipiente do produto, se ele está inchado ou não. Quando há a bactéria no alimento, ela produz uma toxina que incha o recipiente. Por isso latinhas inchadas são um sinal de produto ruim.
      Não tem relação apenas com MEL ou com PALMITO, mas com qualquer tipo de alimento mal conservado. Mas como eu disse, as ocorrências são raras hoje em dia. É bom prevenir algum acidente verificando o estado de seus alimentos, mas deixar de ingerir mel ou palmito por conta de “medo” de botulismo é um pouco exagerado.
      Botulismo não é “adquirido” exatamente. E nem é contagioso nem nada. A toxina paralisa o sistema nervoso de quem ingere o alimento contaminado, é mais parecido com um envenenamento ao meu ver. E é uma doença que pode matar rápido.

      Fontes:
      http://pt.wikipedia.org/wiki/Botulismo
      http://www.nytimes.com/1982/04/28/garden/the-history-of-botulism.html

      O Google Acadêmico também é uma boa para pesquisar a respeito disso, inclusive se você lê em inglês.

      Por Clara | agosto 26, 2014 às 13:14| Responder
  107. Eu diria nunca para os números 1 a 8, 13, 14 e 16.

    Por Leia Cidreira | agosto 24, 2014 às 15:08| Responder
  108. Uau….então QM nasceu nos anos oitenta e noventa morreu…..ow wait…

    Por jao | agosto 24, 2014 às 15:02| Responder
    • Não morreu, mas tem uma saúde péssima, um alto grau de alergias, obesidade exponencial e um exame de sangue aos 30 com saúde de 70 anos.

      Por Michelle | agosto 25, 2014 às 11:23| Responder
      • Linda, nasci em 80, comi tudo isso quando criança e Não tenho nenhum dos sintomas por você mencionados. Aliás queria saber da onde veio essa tua comprovação científica pra poder bradar esse tipo de coisa com tanto fervor. Deve ser típico de pessoa que não tem filho e gosta de cagar regra outros outros. Get a life dear.

        Por Taffamello | agosto 25, 2014 às 19:48| Responder
        • Deve ser uma obesa frustada, onde já se viu que açucar é “veneno”, pra crianças antes dos 2 anos talvez seja, mas para qualquer idade acima, é necessidade do próprio corpo (Em quantidades certas).
          No próximo post vai falar tb que carne faz mal pra saúde pra fazer a criança virar vegatariana tb (tortura)!!!

          Por Rodolfo | agosto 26, 2014 às 12:15| Responder
        • Mandou muito bem ! E olha que sou mae !!!
          Comi tudo isso tb quando pequena e to aqui forte e saudavel !
          As pessoas amam falar que são perfeitas e que os filhos nao comem nadaaaaaa que nao seja saudavel, mas me poupe !
          Já ouviram falar de bom senso ??
          Eu nao dou jamais refrigerante e balas para minha filha de 1 ano e meio, mas ela come chocolate e danoninho sim !
          Vai me dizer que na escolinha eles nao vao comer uma bolacha do amiguinho ? O que adianta privar tudo antes dos dois anos e depois liberar ? Ou JAMAIS na vida eles vao tomar um Yakult ??
          ME POUPE MAES PERFEITAS !!

          Por julia silva | agosto 27, 2014 às 02:16| Responder
          • Oh céus, acabei de descobrir que meu filho de 1 ano e meio não é criança, porque nunca comeu esses tipos de lixo citados. E claro que bebes com menos de 2 anos tem plena capacidade de juntar moedas para comprar balas…

            Por Bruna | fevereiro 18, 2015 às 12:01|
        • Boa!!!!!
          Criança q é criança come bolacha e salgadinho, junta moeda pra compra bala…. É tudo mais. Essa galerinha dos anos 2000 sabe de nada…. Não come porcaria mas vive nas drogas….

          Por Felipe | janeiro 16, 2015 às 06:57| Responder
        • Não dá pra esquecer que a fórmula de muitos alimentos mudou e hoje em dia usam químicos que não existiam nos anos 80 e que a longo prazo farão mais mal do que os de antigamente faziam.

          Não seja 8 ou 80! Quer dar refrigerante, dê. Mas não deixe de ensinar como é gostoso tomar água; pra ficar só num exemplo.

          Por Luciano | janeiro 19, 2015 às 10:53| Responder
        • Nasci nos anos 80, tenho uma saúde perfeita. Minha gravidez foi tranquila, devido a ter um a ótima saúde. Mas concordo com esse post, meu filho tem 1 e 3 meses e não come nada disso. Cuidar dele agora é minha parte, ensiná-lo a se alimentar bem é trabalhoso, mas isso tudo refletirá no seu futuro. Tanto num futuro próximo, quanto num futuro muito distante. Mas cada um sabe como agir, respeitar é o suficiente, pois o problema é quando alguém diz como devemos cuidar dos nossos filhos.

          Por louise | janeiro 19, 2015 às 15:30| Responder
        • Concordo com vc também sou dos anos 80 e comiamos de tudo, e sou muito saudável.

          Por Rosemary | janeiro 22, 2015 às 13:41| Responder
      • Com certeza! Sou de 90, consumi algumas coisas desta lista (não foi nem perto das piores) e passo a vida toda com diversas alergias “sem origem”. Agora, na vida adulta, aparecem muitas principalmente na pele. Não tenho duvida que a alimentação da infância pode interferir em quem já possui uma tendência.

        Por Manoela | janeiro 15, 2015 às 20:15| Responder
        • Tenho certeza que suas alergias são de não ter tido contato com animais, terra e sujidades quando criança e não por causa de alimentos.

          Sou dos 70, comi muita porcaria e até cerveja preta tomava quando criança.

          Sou obeso devido a sedentariedade de ser um profissional de TI com pouco tempo para exercícios, tenho 42 anos, mas para por ai os problemas. Minha saúde é de ferro, não tenho nenhuma alergia, meu exame de sangue é normal, minha glicose tá sempre em torno de 100 e minha pressão é 12/8.

          Minha irmã veio com esse papo de todo cuidadao com minha sobrinha. Tudo tinha que ser tudo limpo e saudável… resultado: minha sobrinha é cheia de alergias que só estão desaparecendo agora com 11 anos porque fazemos ela brincar no nosso terreno (cheio de terra e sujeira) e está tendo contato com animais.

          O que faz mal é o excesso e não o uso pensado.

          Pense bem.

          Por Sergio Fagundes | janeiro 23, 2015 às 12:20| Responder
      • Eu comi pelo menos metade das coisas que estão na lista quando criança, principalmente danoninho e yakult, e nunca me fez mal. Continuo saudável até hoje.

        Por Francyne | fevereiro 1, 2015 às 23:24| Responder
  109. Muito importante acrescentar nessa lista o mel e o palmito, por conta do botulismo… isso tudo que está nessa lista prejudica, mas não mata… o botulismo que pode ser adquirido através do mel e do palmito pode matar…

    Por claudia | agosto 24, 2014 às 14:28| Responder
  110. Traduzindo: a criança não pode comer nada.

    Por JooJ | agosto 24, 2014 às 13:53| Responder
    • Mas só tem porcaria na lista, t 1000 outras coisas saudáveis que ela pode comer…

      Por Leia Cidreira | agosto 24, 2014 às 15:09| Responder
    • Já ouviu falar em cereais, legumes, verduras, tubérculos, carnes, frutas pães e biscoitos caseiros?
      As crianças podem tudo isso!
      Não seja ignorante.

      Por Michelle | agosto 25, 2014 às 11:21| Responder
    • Pode comer arroz, feijão, verduras, legumes, proteinas magras… assim ocmo todo humano deve consumir. Uma dieta rica em vitaminas… e sem porcarias que logicamente vai influenciar na saúde do futuro adulto.

      Por Cynthia RIbeiro | agosto 27, 2014 às 07:24| Responder
    • o que vc come ??
      Vc se alimenta apenas desse alimentos aí ?
      Criança pode comer TUDO !
      Legumes
      verduras
      carnes
      paes caseiros integrais
      leite materno
      cereais
      a lista é ENORME do que eles podem comer !

      Q triste seu comentário viu

      Por lela | janeiro 13, 2015 às 08:29| Responder
      • Só lembrando:
        Arroz e trigo: transgênicos
        Todos os vegetais: agrotóxicos
        Todas as carnes: hormônios

        Então, não a criança não pode comer nada se por acaso a mãe não tiver leite. Mas, pera…. mesmo tendo leite, se a mãe come tudo isso, as toxinas vão para o leite.

        Moral da história, ensine seu bebe a fazer fotossíntese.

        Por Carolina | abril 11, 2015 às 12:57| Responder
    • Retraduzindo: a criança pode comer “todo” o resto.

      Por Aline | fevereiro 19, 2015 às 00:07| Responder
  111. Sei que quis alertar contra essas bobagens que alguns sem noção dão aos bebês, mas é importante lembrar que o mel também deve ser evitado ( a não ser que seja pasteurizado). Ou seja não dá pra adoçar com ele também mesmo que seja saudável.
    Bjs

    Por Fernanda | agosto 24, 2014 às 07:45| Responder
    • Bem lembrado do mel, porém a idade na qual o consumo é proibido é até 1 ano, e não 2. O mel pode conter o Clostridium botulinium, que pode transmitir o botulismo, já que o sistema imune da criança ainda não está maduro.
      Abraço

      Por Paulo | janeiro 11, 2015 às 00:55| Responder
  112. Nossa Valéria, minha amiga Paola mandou muito bem no post né!? Aliás, ela é uma excelente nutricionista e eu adoro as dicas dela pra cuidar da ajuda do meu pequeno!

    Beijos
    Isa

    Por Isabela | agosto 22, 2014 às 17:43| Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Newsletter Powered By : XYZScripts.com